WIME: desmistificar o wine (e em bom português!)

Desmistificar a escolha dos vinhos, estudando o gosto de cada pessoa. É este o grande desafio da empresa criada por Rafael Lemos e que se sagrou uma das vencedoras da primeira edição do Rising Store. Um concurso que catapultou este projeto para o sucesso e que pode fazer o mesmo pela sua ideia.

Rafael Lemos tem apenas 26 anos, mas a jovem idade não lhe tolda a seriedade. Bem pelo contrário: recebeu-nos no seu escritório em Lisboa e não conseguiu resistir à tentação de querer guiar a conversa. “Sou um bocado control freak”, confessou, entre risos.

A WIME nasceu em 2014, na altura pela mão de Rafael Lemos e de Filipe Castro Matos, com o nome O Meu Copo. Três anos depois, o projeto segue apenas com Rafael e o nome passou a WIME – mudança já de olhos postos numa possível internacionalização, ou não fosse ele um jovem e ambicioso empreendedor, com um negócio em crescimento, sem mãos a medir.

Sem metáforas e sem termos técnicos, a WIME tem como objetivo desmistificar a escolha dos vinhos e, desta forma, acabar com as dúvidas do consumidor quando enfrenta a imensa prateleira de vinhos no supermercado. “Dentro dos vinhos bem produzidos, não existem bons e maus vinhos”, explica Rafael Lemos, acrescentando que existem “bons para mim, maus para si, bons para si, maus para mim, porque cada pessoa tem os seus gostos, o seu paladar, e por isso não existe uma fórmula estática para categorizar um vinho”.

O que a WIME faz é, então, estudar o gosto de cada pessoa, através de um “quiz de paladar” sobre hábitos alimentares e vínicos, para que se detetem as características do paladar do consumidor. Existe depois um “pack descoberta”, composto por 4 a 6 garrafas, que é entregue diretamente em casa do cliente, sendo esta seleção elaborada por especialistas, para dar acesso a diferentes tipos de vinho. Para quem quiser aventurar-se e fazer mais descobertas, há ainda uma loja online, com mais de 500 vinhos categorizados por paladar e com novidades acrescentadas todos os meses, para dar a conhecer os melhores vinhos do momento.

Dois anos depois da sua criação e após uma primeira experiência com uma loja no centro de Lisboa, Rafael decidiu candidatar-se à primeira edição do Rising Store – um concurso para jovens empreendedores, realizado pela Sonae Sierra – e sagrou-se um dos vencedores de 2016. Uma vitória que lhe valeu – além de sessões de mentoria e de apoio para criar um plano de negócios – seis meses de renda gratuita num quiosque, localizado no CascaiShopping. A experiência “correu muito bem, foi uma grande aprendizagem”, contou-nos Rafael. “Senti que levámos o conceito a mais pessoas e que ganhámos muito know how durante esse período. Tanto que pretendo voltar, agora na altura do Natal, a abrir um pequeno quiosque, já por minha conta. Talvez no Colombo, desta vez!”

Em relação ao Rising Store, Rafael Lemos sublinha que o importante é o potencial do projeto, quer esteja já aplicado na prática ou ainda não tenha passado da teoria. “Apesar de o projeto já estar lançado aquando da minha candidatura, a WIME evoluiu muito desde o Rising Store”, remata.

Se tem uma ideia brilhante e quer tentar a sua sorte, inscreva-se também no Rising Store, até 15 de dezembro. Não se esqueça que basta uma boa ideia para construir uma história de sucesso! Esta foi a oportunidade de Rafael Lemos e pode bem ser também a sua. 

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço